Cozinha, Cultura e Globalização – 6

A Cozinha Moderna

 

As cozinhas de vários países, e a francesa em particular, que influenciava todas as outras, iriam se definir mais próximas do que conhecemos hoje, através da obra do queux (chef) Antonin Carême (1783-1833).
cozinha francesa: qualidade e método em preparações elaboradas
Ornamentação e riqueza na cozinha

Continue lendo “Cozinha, Cultura e Globalização – 6”

Cozinha, Cultura e Globalização – 5

Frango para todos

Poule au pot (frango ensopado) Henrique IV
Somente em 1651 apareceria outro livro de cozinha propriamente: Le Cuisinier Français, de François de la Varenne, onde apareciam receitas de pratos e molhos mais elaborados, que já haviam absorvido e transformado as influências recebidas. Entre suas receitas, encontra-se a famosa Duxelles: cogumelos variados refogados que constituem ótima entrada ou acompanhamento de carnes e peixes.

Continue lendo “Cozinha, Cultura e Globalização – 5”

Cozinha, Cultura e Globalização – 4

Os primeiros chefs

Durante toda a Idade Média, os usos e costumes culinários permanecem praticamente inalterados, já que as sociedades estavam fechadas e sem contato com o mundo exterior e mesmo entre suas aldeias e povoados. Somente no século XIV, aconteceria alguma modificação nos hábitos culinários franceses.
Banco di macelleria – Pieter Aertsen (1551)

Continue lendo “Cozinha, Cultura e Globalização – 4”

Cozinha, cultura e globalização – 3

Perdas e Ganhos da Cozinha na Idade-Média

Por muito tempo considerada a era das sombras e do obscurantismo, na Idade-Média nem tudo se perdeu. O que teria acontecido com a culinária? A exemplo de muitos conhecimentos e saberes, muita coisa foi preservada e algumas chegaram até nossos dias.
Pintura medieval

Continue lendo “Cozinha, cultura e globalização – 3”

Cozinha, cultura e globalização -2

Migração das aves e seus fígados gordos

Os egípcios já haviam observado que algumas aves, especialmente patos e gansos, em determinado período do ano, o outono, quando se preparavam para migrar, começavam a comer exageradamente, engordando muito mais do que o normal. Era a melhor época para consumi-los. Ao abri-los, viam com surpresa que seus fígados, crescidos mais que qualquer outro órgão, apresentavam textura e sabor muito especiais. Continue lendo “Cozinha, cultura e globalização -2”

Cozinha, cultura e globalização – 1

Cozinha: indicador de globalização

A cozinha é um bom indicador de globalização. A cozinha francesa, por exemplo, não é só francesa. Nestes tempos de globalização, isso não é difícil de entender. As sociedades que se fecham estão fadadas ao empobrecimento e talvez até mesmo ao desaparecimento cultural.
banquetes na Roma Antiga
No Satíricon, de Petrônio, descrições de banquetes

Continue lendo “Cozinha, cultura e globalização – 1”