Miscellanea do dia a dia

– Aventuras hemodialíticas de um tradutor –

A insuficiência renal tem duas dificuldades principais: a primeira é a aceitação da nova condição e das mudanças na vida diária. Essa fase eu superei com relativa facilidade, logo após o início do tratamento.. Continue lendo “Miscellanea do dia a dia”

A hemodiálise em trânsito, o tradutor juramentado de chinês e a música no Fantástico

– Aventuras hemodialíticas de um tradutor –

Entre os dias 25 e 27 de maio passados participei do VIII Congresso Internacional de Tradução e Interpretação da ABRATES em São Paulo.

Como não posso perder nenhuma sessão de hemodiálise, a clínica marcou uma sessão em trânsito para mim na sexta-feira, na matriz deles na Aclimação. Continue lendo “A hemodiálise em trânsito, o tradutor juramentado de chinês e a música no Fantástico”

O terceiro encontro com o japonês, a surra que não houve, e a fila do transplante

– Aventuras hemodialíticas de um tradutor – 0
7/02/17

Há umas duas semanas uma das pinças do meu cateter de hemoodiálise quebrou. Continue lendo “O terceiro encontro com o japonês, a surra que não houve, e a fila do transplante”

O revisor em ação

– Aventuras hemodialíticas de um tradutor – 24/02/17

A hemodiálise hoje foi tranquila, sem problemas ou intercorrências
. O dialisador retirou os 3,5 kg que tinham que ser retirados, sai da clínica e fui até uma loja de material hospitalar que fica em frente ao hospital para comprar algumas coisas. Continue lendo “O revisor em ação”