Google homenageia 1o. Computador da História no Doodle de hoje

Like
1
Conheça um dos objetos mais intrigantes já descobertos pelos arqueólogos: o Mecanismo de Antikythera – homenagem no Doodle do Google, hoje (17/05/2017)
Doodle de 17/05/2017

Hoje, 17 de maio, completam-se 115 anos da descoberta do Mecanismo de Antikythera – um misterioso objeto resgatado pelo arqueólogo Valerios Stais no oceano perto da ilha de Anticítera, no sul da Grécia.

O artefato mecânico foi encontrado por mergulhadores em 17 de maio de 1902, 115 anos atrás. Estava submerso a 43 metros de profundidade, junto com estátuas e outros objetos antigos, na costa da ilha grega de Antikythera.

A peça, feita de bronze, parecia uma engrenagem ou uma roda, e intrigou os arqueólogos que participaram da expedição que o encontrou. Depois de muita pesquisa, descobriram que aquela peça era parte de um mecanismo mais complexo, que hoje em dia é considerado um dos primeiros computadores da história

Cientistas estimaram que o mecanismo fora fabricado por volta de 87 AC. Após séculos submerso, o dispositivo estava danificado e quebrado em várias partes.

Em 1958, o cientista americano Derek Price, da universidade de Yale, começou a estudar o Mecanismo de Antikythera mais detalhadamente, e notou que os símbolos gravados nela fazem referência a dias, meses e signos do Zodíaco. Em 1971, inspecionou o mecanismo com raios X. Fez desenhos detalhados de como ele deve ter funcionado e concluiu que o mecanismo era uma espécie de calculadora astronômica — um artefato bastante avançado para a época.

Estudos mostram que essa peça misteriosa é datada de 150 a.C., mas cientistas a consideram tão complexa e avançada quanto alguns relógios do século 18. Capaz de prever fenômenos astronômicos, como eclipses do Sol e da Lua, acompanhar a posição dos planetas no céu, provavelmente era usado para auxiliar navegações. A parte da frente tinha uma roda com calendários solares e zodiacais, e a parte de trás media ciclos celestiais.

Em 2005, um projeto de pesquisa patrocinado pela fabricantes de computadores HP trouxe novas informações sobre o artefato. A máquina foi examinada por meio de um tomógrafo digital: 30 engrenagens e três mostradores simulavam os movimentos do Sol, da Lua e de cinco planetas. Assim, era capaz de prever eclipses e outros eventos astronômicos.

Com base nesse estudo, foram construídas réplicas funcionais do mecanismo. Uma delas está exposta no Museu do Computador de Bozeman, no estado americano de Montana. Já a máquina original, junto com outra réplica, fica no Museu Arqueológico Nacional de Atenas, na Grécia.

Agora, você já entendeu o Doodle de hoje!    :)

Saiba mais:
Calendário olímpico é revelado em computador de 2.000 anos 

Séculos História: Anticítera o misterioso computador de 2 mil anos

Like
1

Deixe uma resposta