Traduzione e Interpretazione… no Brasil

A partir dos anos 90, a pesquisa na área dos Estudos da Interpretação tornou-se cada vez mais forte em vários países do mundo, ao passo que, no Brasil, apresentou um crescimento significativo nos últimos 10 anos. A partir de 2010, em especial, um número maior de trabalhos acadêmicos (dissertações, teses e artigos) foram publicados sobre o assunto (http://www.seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/33199/18704).

No Brasil, os tópicos pesquisados nesta área são os mais diferentes possíveis, abrangendo desde (e sobretudo) a Interpretação de Conferências, com suas tipologias e modalidades, até a Interpretação Comunitária, a Formação de Intérpretes e o Meio Profissional, entre outros.

Apresentação de trabalho no XIV Simposio Iberoamericano de terminología RITerm (Santiago do Chile, 2014)

Patrizia Cavallo, formada em Interpretação na Scuola di Lingue e Letterature, Traduzione e Interpretazione (Forlì – Itália – Universidade de Bolonha), é atualmente doutoranda da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, realizando uma pesquisa sobre Competência em Interpretação. Partindo da premissa de que não basta ser bilíngue para se transformar em tradutor e/ou intérprete, é necessário refletir sobre a formação em Interpretação na América do Sul e os poucos modelos existentes sobre competência em interpretação, posto que já existem muitos trabalhos que tratam de competência tradutória (enquanto atividade escrita). Portanto, espera-se que a interpretação encontre logo o seu lugar no cenário acadêmico e profissional brasileiro.

– * – * – * – *

 Since the 1990s, research in the area of Interpreting Studies has become increasingly present in several countries. In Brazil, it has shown a significant increase over the last 10 years. Especially since 2010, a greater number of academic works (dissertations, theses and papers) has been published on the topic (http://www.seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/33199/18704).

In Brazil, the main topics of research within this area are the most varied, ranging from (and especially) Conference Interpreting (with its types and modes) to Community Interpreting, Interpreter Training and the Professional Environment, among others.

Patrizia Cavallo completed the Interpreter Training at the Scuola di Lingue e Letterature, Traduzione e Interpretazione (Forlì – Italy – University of Bologna) and is currently a PhD student at the Federal University of Rio Grande do Sul, where she does research on Interpreting Competence. Starting from the assumption that it is not sufficient to merely be bilingual to become a translator and/or interpreter, it is of paramount importance to reflect upon Interpreter Training in South America and the few models that exist regarding interpreting competence, since much research has already been conducted on translating competence (as a written activity). Thus, we hope that interpreting will soon find its place in the Brazilian academic and professional scenario.

– * – * – * – *

A partire dagli anni ’90, le ricerche nell’area degli Studi di Interpretazione si sono moltiplicate in maniera esponenziale in vari paesi del mondo, mentre in Brasile sono aumentate in modo significativo solamente negli ultimi 10 anni. Soprattutto a partire dal 2010, all’argomento è stato consacrato un numero sempre crescente di lavori accademici (tesine, tesi e articoli) (http://www.seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/33199/18704).

In Brasile, gli argomenti oggetto della ricerca in quest’area sono i più svariati e includono, tra gli altri, l’Interpretazione di Conferenza (in modo particolare), l’Interpretazione di Comunità, la Formazione degli Interpreti e l’Ambiente Professionale.

Apresentação de trabalho no XII Encontro Nacional de Tradutores e VI Encontro Internacional de Tradutores (Uberlândia, 2016)

Patrizia Cavallo, laureata in Interpretazione presso la Scuola di Lingue e Letterature, Traduzione e Interpretazione di Forlì (Università di Bologna), è attualmente dottoranda all’Università Federale del Rio Grande do Sul, dove conduce una ricerca sulla Competenza in Interpretazione. Partendo dalla premessa che non è sufficiente essere bilingui per diventare traduttori e/o interpreti, è necessario riflettere sulla formazione in Interpretazione in Sud America e sui pochi modelli esistenti in materia di competenza, alla luce dei numerosi lavori già realizzati riguardanti la competenza in traduzione (in quanto attività scritta). Pertanto, si auspica che l’interpretazione trovi presto il proprio posto nello scenario accademico e professionale brasiliano.

Autora: Patrizia Cavallo
Tradutora e Intérprete de Conferências (ITA-ENG-PT)
Doutoranda em Lexicografia, Terminologia e Tradução (UFRGS)
Adora ler, viajar, cozinhar e fazer esporte!
Like
2

3 pensamentos em “Traduzione e Interpretazione… no Brasil”

  1. Bacana Patrizia!

    Obrigada por seu interesse pela profissão, é um estímulo para todos, além da necessidade de se buscar conhecimento sobre nossa amada profissão!

    Bacios,
    Meg

Deixe uma resposta